Olhe com mais amor para sua vida.


Se eu pudesse te fazer ao menos um pedido, pediria para olhar para sua vida com mais atenção, com mais amor. Pediria para ser grata por poder levantar da cama, fazer seu café, comer, se vestir, ir ao banheiro sozinha, escovar os dentes... Hoje fui visitar uma amiga que teve algo muito similar com um AVC cerebral e após muitos meses do ocorrido ela luta e se desafia dia a dia para aprender tudo isso novamente. Sim, isso que fazemos no automático... sem perceber a imensa importância de cada pequena ação desta linha tão tênue chamada vida. Com um pequeno filho de 3 anos e uma vida que ficou em standby ela se mantém firme, sorri, se emociona, reergue o olhar e sabe que há ainda um longo caminho para que possa levantar com suas próprias pernas e ir fazer o leite do seu menino ou cobri-lo a noite... Com um Home Care no meio de casa e duas enfermeiras que a cuidam dia e noite a vida vai passando... E me ensinando com uma força absurda que tudo é frágil demais, basta um segundo para o meu mundo se desconstruir. Mesmo praticando, revivo e realinho o saber, então, repito com toda a voz e ardor do meu coração que só há um lugar nesta vida em que realmente se pode ser feliz, no Agora.

Posts Recentes