A falácia do privilégio

November 6, 2019

 

Vejo pessoas perdidas em seus pensamentos e construções de ponto de vista, umas diminuídas pela questão de terem nascido sem privilégios, seja estrutural, racial ou emocional, numa luta por aceitação, compreensão e oportunidades.
Na outra ponta, mas num mesmo caos, estão as com privilégios, se sentem diminuídas pela culpa de terem nascido com privilégios, não conseguindo se sentir merecedoras, passam seus dias cheias de culpa e deprimidas pela desigualdade.

Para tudo!

Como um ser humano com essa luta interna conseguirá sentir paz ou ser paz neste mundo? 
Momento de relembrar a linda fala do apóstolo Paulo... a paz começa em você.

Pela espiritualidade entendemos que nascemos onde devemos nascer para nossa evolução espiritual #simplesassim lembrando que é esse o nosso único trabalho aqui.
EVOLUIR.
Sério que você acha que veio para a Terra para comprar casa e carro, construir uma família e trabalhar?
Desculpe te sacudir, essas coisas que você fará, também vão te ajudar nessa evolução, mas a causa primeira é “o crescimento espiritual” e para isso você receberá uma casa, no caso o seu corpo, que será de acordo com o que precisa avançar nesta passagem pela Terra. 
Um corpo com uma determinada cor, talvez com alguma limitação, talvez com alguma doença, um corpo para aceitar e aprender a amar.
E outra, você “enquanto alma” escolheu esses pais, essa família, seu sexo, escolheu nascer com essa cor e com qualquer que seja o desafio que esteja encarando hoje, porque é aí que sua alma vai evoluir, vai se superar... ou não, mas daí você volta mais umas dezenas de vezes para Terra e vai resolvendo isso com privilégios e sem privilégios, dependendo de onde escolher nascer.

Entende que tá tudo certo?

Chega de discussões, a única coisa que pode curar isso tudo é o amor e NADA mais.
Sabe por que eu sei disso, porque se não era para ser assim, seria diferente. E não é.
Então relembrando nosso amado, Eckhart Tolle, o momento presente é sempre perfeito. Sempre. Tudo é perfeito como é.

Pare de lutar contra o externo em busca de aceitação, pertencimento, reconhecimento, você vai se tornar invisível até o dia que perceber que a única pessoa que precisa se aceitar, se respeitar, se reconhecer, se amar é você mesmo.
E deste novo olhar, novo sentir e novas ações, o Universo incrivelmente te abraçará.

A escolha está em suas mãos e de mais ninguém. Não existem culpados.

Aceitar quem se é, contemplar a vida e os aprendizados diários que vem com cada desafio, caminhar com as ferramentas que tem hoje, conectar com a força que te permitiu nascer... é o segredo da sua paz.

 

Com amor,
Vanessa Costa Mainardi

 

#espiritualidade #vidadeverdade #inteligênciaespiritual #amor #escolha#falácia #privilegios

Please reload

Eleve sua Frequência

March 6, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes

August 27, 2020

July 9, 2020

June 11, 2020

June 10, 2020

Please reload

Arquivos
Please reload

Tags
Please reload

Siga-me
  • Facebook Basic Square